Novidades

Uso da Hidropneumática em Prensas e Dispositivos de Montagem

Uso da Hidropneumática em Prensas e Dispositivos de Montagem


  Alguns processos de transformação mecânica requerem grande potência para serem desempenhados. Processos como estampagem, cortes e rebarbações de peças de aço ou até mesmo de metais não ferrosos, normalmente iniciam requerendo forças na unidade de toneladas. Isto leva, intuitivamente, a uso de Prensas ou similares para estes processos, logicamente pela garantia do atendimento do requisito de força.

  Nestas Prensas, normalmente são empregados sistemas hidráulicos complexos para acionamento, pois demais tecnologias de transmissão de potência ainda não conseguem atingir tal potência e também serem economicamente viáveis.

  Em análise Prensas e similares com unidades hidráulicas, identifica-se que a potência está disponível 100% do tempo, onde é utilizada em apenas 10% ou menos. Com isso, não seria interessante termos um sistema mais racional que aplicasse a potência máxima apenas no momento certo?

  Assim, a hidropneumática surge em um contexto único na industria metal-mecânica, pois:

- Sistemas Racionais, uso de energia apenas no momento que esta é requerida;
- Econômicos, não tem perdas por calor e energia gasta apenas por ciclo realizado;
- Seguros, trabalham com ar comprimido o que simplifica a segurança de máquina;
- Simples, instalação e manutenção simplificada com menos componentes;

  Com projeto de amplificação da pressão no momento em que requer a força, atividades de rebarbação, estampagens, cortes, clinch e outros processos contam com um sistema muito mais amigável, limpo, barato e racional. Podemos desenvolver conjuntos que encaixam diretamente em suas aplicações, otimizando e embarcando praticidade em processos que até o momento eram assossiados a grandes custos em hidráulica.

Divisão Hidropneumática
Belton Pneumática

 





23 de Agosto de 2017